Estudo para Célula

SETEMBRO

Estudo para Célula
Semana de 01 de Setembro

Gente Simples


LÍDER DE CÉLULA: o objetivo desta meditação é destacar que andar com deus é simples. Escolha um destes pontos e conte sua experiencia.

Texto Bíblico: Mateus 5.5 -Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.

Quebra-gelo: quanto + simples, + inocente, + ingênuo, +++ milagres!

Introdução
Poucas pessoas separam tempo para ler as regras de tudo aquilo que assinam, e por uma boa razão. De fato, as leis se tornaram tão complexas que até mesmo os especialistas têm dificuldade para processar todos os regulamentos. É penoso de tão complexo. No começo de 2005, Doug Heckman resolveu ler um contrato. No meio das cláusulas, encontrou algo estranho - um prêmio de mil dólares. Entrou em contato com a empresa de softwares PC Pitstop, responsável pelos termos, e recebeu o prêmio. O problema: foram precisos 5 meses e 3 mil cadastros para que alguém percebesse a brincadeira.

Desenvolvimento
Os antigos líderes de Israel faziam o mesmo em seu relacionamento com Deus. Eles o tornaram complexo demais com muitas leis. A crescente carga de regras religiosas tinha aumentado a ponto de que mesmo um especialista na lei de Moisés lutava para entender sua essência. Mas os evangelhos nos convidam à simplicidade.

1)- Jesus exalta a simplicidade dos “marmanjos”
Lucas 10.21- Naquela hora, exultou Jesus no Espírito Santo e exclamou: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos.
Jesus Cristo tinha uma paciência sem fim com as pessoas simples, mas paciência zero com os soberbos, que ele chamava de “sábios e entendidos”. Aqueles homens descritos nos textos bíblicos obedeceram o mandamento do Senhor para pregar. Foram com alegria e voltaram felizes por terem pregado a Palavra de Cristo. Por terem o coração simples e humildes, puderam testemunhar o poder de Deus na vida das outras pessoas.

2)- Jesus descomplica o acesso ao nosso Pai
Lucas 10.25-28 E eis que certo homem, intérprete da Lei, se levantou com o intuito de pôr Jesus à prova e disse-lhe: Mestre, que farei para herdar a vida eterna? ... Então, Jesus lhe disse: Respondeste corretamente; faze isto e viverás.
Os dez mandamentos foram transformados em 613. Quando um daqueles líderes perguntou a Jesus qual era o mandamento mais importante, o Senhor respondeu: com sabedoria, deixando muito simples o acesso ao Pai. Ele mostra que nada há de complicado em ser um filho/a de Deus que anda feliz em sua companhia. Ele chama a todos nós para termos esse relacionamento com ele. Simples como uma criança; ousados como loucos andantes.

3)- Ele nos chama para sermos simples como uma criança
Mateus 18.3-4 E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se humilhar como esta criança, esse é o maior no reino dos céus.
Observe as crianças conversando e brincando: sem preocupações com o amanhã, contentes com qualquer caixa de papelão que dê para inventar algo e assim passam os dias. Muitos adultos estão sofrendo com nervosismo e depressão por não poderem mais viver uma vida simples, porque complicaram tudo. Para desfrutar os benefícios do Reino de Deus e seus milagres, é necessário tornar-se simples e descomplicado. Se você está dizendo que as crianças são assim porque “não tem contas a pagar”, saiba que tem muitos adultos que tem mais contas do que dinheiro mas conseguem viver felizes. Esses colocaram sua confiança  em Jesus Cristo. Você também pode ser assim se entregar-se agora a Cristo.

Conclusão
A lei de Moisés era muito pesada, mas a fé em Cristo é simples e Seu “jugo é suave” (Mateus 11:30). É leve porque Deus está disposto a nos perdoar e amar. Agora o Senhor nos capacita a amar a Ele e ao nosso próximo. O amor de Deus em nosso coração nos enche de amor por Ele e por outros.





Estudo para Célula
Semana de 08 de Setembro

Mais do que merecemos


Texto Bíblico: Salmo 103:6-18 
Não nos trata segundo os nossos pecados, nem nos retribui consoante as nossas iniquidades. —Salmo 103:10

Quebra-gelo: Por quê Jesus Cristo deixaria você entrar no céu?

Introdução
Algumas vezes quando as pessoas perguntam como estou, respondo: “não como gostaria, mas estou melhor do que mereço.” Lembro-me de uma pessoa bem intencionada dizendo: “Não, você merece muito”, e eu respondi a ela: “Na verdade não.” Estava pensando no que realmente mereço — a punição pelos meus pecados. Esquecemo-nos muito facilmente do quanto somos pecadores, inclusive no íntimo de nosso ser. Julgarmos nós mesmos melhores do que deveríamos diminui em nossa consciência a profunda dívida que temos com Deus por Sua graça. Diminui o preço pago por nosso resgate.

Desenvolvimento
Considerando quem somos à luz de um Deus santo e justo, a única coisa que realmente merecemos é o inferno. Isto é o que muita gente acredita de fato, por isso consideram-se impossibilitados de seguir uma vida “religiosa” adequada. Sentem vergonha das suas vidas e por isso desistiram da vida santa e se acostumaram com a ideia de viverem no inferno. Mas a Bíblia diz que há possibilidade de reversão.

1)- Para as pessoas é impossível
Salmo 103.10 - Não nos trata segundo os nossos pecados, nem nos retribui consoante as nossas iniqüidades.
Marcos 10.27 - Jesus, porém, fitando neles o olhar, disse: Para os homens é impossível; contudo, não para Deus, porque para Deus tudo é possível.
Por Mais maldosas que são as pessoas e imersas em erros, Deus não nos trata como merecemos porque não temos condições de conserto. É Ele quem nos proveu o conserto através de Jesus Cristo. Se nos tratasse conforme nossas iniquidades, estaríamos mortos! Mas Jesus foi nosso salvador: Isaías 53.5 -  Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Com isto, você pode ter esperança e se desejar, já tem a benção de Deus para a vida eterna! Para Deus tudo é possível!

2)- Ele esquece nossas iniquidades
Salmo 103.11-12 - Pois quanto o céu se alteia acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Quanto dista o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.
Romanos 4.7-8 - Bem-aventurados aqueles cujas iniquidades são perdoadas, e cujos pecados são cobertos; bem-aventurado o homem a quem o Senhor jamais imputará pecado.
Por quê Ele se esquece? Por causa da morte de Jesus Cristo na cruz. Assim como os jogadores ganham uma partida de futebol e logo todos os seus torcedores também ganham, assim foi a nossa morte com Cristo na cruz. Se a pena pelo pecado era a morte, então estamos quites com a Lei, porque morremos com Cristo ali na cruz. Assim Deus te declara justo e apaga os seus pecados. Agora você é livre para andar com Deus. Quer isto para a tua vida? Receba Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, e seja livre para sempre.

3)- Ele conhece nossa estrutura
Salmo 103.13-14- Como um pai se compadece de seus filhos, assim o SENHOR se compadece dos que o temem. Pois ele conhece a nossa estrutura e sabe que somos pó.
Se para as pessoas é impossível ser salvas e se Deus se esquece do nosso passado, isto é porque Ele conhece nossa estrutura e sabe que nada somos e de nada somos capazes. Então como um pai se compadece dos seus filhos e jamais os abandona (o que pelo menos deve ser), assim é nosso Pai que nos dá a possibilidade da vida plena pela sua graça. Por isso não podemos merecê-la, mas somente recebê-la. Se houver 1% de merecimento, certamente não haverá 99% de graça. Pois ela só será 100% favorável para aquele que é 100% indigno. Não há graça salvadora para as pessoas justas e retas, já que a sua ação está voltada única e exclusivamente para aqueles que são de fato detestáveis. Quanto pior somos, maior o amor de Jesus Cristo.

Conclusão
Conhecendo-nos pelo que somos, não podemos evitar dizer: “A graça eterna que veio nos libertar!” Ele nos dá muito mais do que merecemos. Se Deus nunca fizer nada mais além de ter nos redimido, Ele já fez mais do que merecemos.



Estudo para Célula
Semana de 15 de Setembro


Pontes Vivas



Leitura: Jeremias 17.5-10
Bendito o homem que confia no Senhor e cuja esperança é o Senhor. —Jeremias 17.7

Quebra-gelo: Qual foi a última pessoa, famosa ou não, que te decepcionou?

Introdução
Vivemos na era da idolatria. Todos têm um cantor preferido, ator ou jogador. Esses ganham milhões por causa da admiração alheia. Não à toa isto torna-se uma idolatria.

Desenvolvimento
Jeremias estava anunciando a destruição que viria por causa da idolatria de Judá.  Eles se esqueceram de Deus. Confiavam em si mesmos, nos poderosos da época. Por isso, Deus estava muito irado, pois se esqueceram dele e estavam destruindo a si mesmos. O texto acima ensina algumas coisas importantes:

1)- Não confiar no ser humano
Jeremias 17.5-6 Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR! Porque será como o arbusto solitário no deserto e não verá quando vier o bem; antes, morará nos lugares secos do deserto, na terra salgada e inabitável.
As pessoas que colocam sua confiança em outros seres humanos, vivem frequentemente com a sensação de instabilidade. A Bíblia as compara a arbustos do deserto, que frequentemente são mal nutridos e solitários (v.6). É o mesmo que acontece com a vida espiritual das pessoas que abandonam a Deus.
Quando confiamos nas pessoas, ficamos dependentes, escravos e mendigos emocionais. Nada pior do que depender do favor dos outros, que nos tratam conforme seus interesses para depois requerer a cobrança. A estes o Senhor chama de malditos. Você tem se decepcionado com alguém? Está na hora de focar a pessoa certa: Jesus Cristo.

2)- Transferir a confiança para Jesus Cristo
Jeremias 17.7-8 Bendito o homem que confia no SENHOR e cuja esperança é o SENHOR. Porque ele é como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se perturba, nem deixa de dar fruto.
A Bíblia compara a pessoa que confia em Deus a uma “… árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro…” Por suas raízes serem bem nutridas, esta árvore sobrevive a temperaturas elevadas. E, durante a seca, continua a produzir frutos.
Como uma árvore firmemente enraizada, as pessoas que confiam em Deus sentem a estabilidade e a vitalidade, apesar das piores circunstâncias. O Senhor não nos desaponta e não requer pagamento pelos seus favores. Com Ele não há decepção porque nunca promete nada que não esteja a fim de cumprir porque sua vontade está expressa na Bíblia, e oramos segundo Sua vontade. Então deposite sua confiança nEle quando as tempestades vierem.
As pessoas que vivem na cidade de Cherrapunji, na Índia, desenvolveram uma forma singular de atravessar os muitos rios e córregos em suas terras. Elas fazem crescer pontes a partir das raízes de seringueiras. Estas “pontes vivas” levam entre 10 e 15 anos para amadurecer, mas uma vez crescidas, tornam-se extremamente estáveis e duram centenas de anos.

3)- Semeie em solo fértil
Jeremias 17.9-10 Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? Eu, o SENHOR, esquadrinho o coração, eu provo os pensamentos; e isto para dar a cada um segundo o seu proceder, segundo o fruto das suas ações.
A idolatria é confiar em alguém limitado como nós. Confiar em outro ser humano para o nosso bem estar é entregar o coração corrupto e fraco como nós. Por isso temos a benção de sermos instruídos em confiar em Jesus Cristo, que nos fortalece e tem tudo sob controle. Alguém fraco é que semeou em solo frágil e fraco como si mesmo. Se o fruto da nossa confiança for Cristo, estaremos seguros; se for outras pessoas iremos cair juntos. O importante é confiar plenamente em Jesus Cristo.

Conclusão
Onde estão as nossas raízes? Estamos enraizados em Jesus? (Colossenses 2:7). Somos uma ponte que leva outros a Ele? Se conhecemos Cristo, podemos testemunhar esta verdade: Bem-aventurados são aqueles que confiam no Senhor. Nem mesmo as fortes provações conseguem derrubar quem está enraizado em Deus.


Pr. Fábio Alcântara


Estudo para Célula
Semana de 22 de Setembro

O latido do leão


Texto bíblico:
Provérbios 22:1 – Mais vale o bom nome do que muitas riquezas

Quebra-gelo: você já comprou “gato por lebre”?

Introdução
Os visitantes de um zoológico ficaram horrorizados quando o “leão africano” começou a latir em vez de rugir. Os funcionários do zoológico disseram que tinham disfarçado de leão um cão de porte grande da raça mastim tibetano por não terem condições de comprar um leão de verdade. Não é necessário dizer que a reputação do zoológico ficou manchada, e que as pessoas pensarão duas vezes antes de visitá-lo.

Desenvolvimento
A reputação é frágil; uma vez prejudicada, é difícil restaurá-la. É comum sacrificar a boa reputação no altar do poder, do prestigio ou do lucro. Esta também poderia ser a nossa história. Deus está nos dizendo do que devemos dar o verdadeiro valor a quem somos não ao que temos.

1)- Precisamos demonstrar nosso caráter
Efésios 4.1,17 - Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados,  Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos,
O filósofo grego Sócrates disse: “A maneira de conquistar boa reputação está em se esforçar para ser aquilo que se deseja parecer”. Como discípulos e discípulas de Jesus, carregamos o Seu nome. Por causa de Seu amor por nós, lutamos para caminhar dignamente para Ele, refletindo Sua imagem em nossas palavras e ações. Não podemos estar em contato com Jesus Cristo por meio da igreja e sermos pessoas reprováveis. Muitas pessoas que não servem a Jesus tem melhor caráter do que muitos crentes.
Nestas eleições, devemos mostrar nosso caráter também na internet. Muitos colocam fotos e compartilham mentiras acerca de candidatos. Os crentes não podem “curtir” ou “compartilhar” tais coisas. Guarde sua revolta para a hora do voto, mas não dê mal testemunho. Não sejamos piores do que os “sem fé salvadora”. Que não seja assim conosco.

2)- A prática do bem envergonha os insensatos
1 Pedro 2.15 - Porque assim é a vontade de Deus, que, pela prática do bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos;
Muitas pessoas não sabem como proceder diante das crises. Todos passam por elas e muitas vezes erramos no dia a dia. Mas quando falhamos, Ele nos levanta novamente pelo Seu amor. Por meio do nosso exemplo, os outros que nos cercam serão levados a louvar ao Deus que nos redimiu e nos transformou (Mateus 5.16) – porque o nome do Senhor é digno de glória, honra e todo o louvor. A reputação impecável é o tesouro mais puro que a vida finita concede (Shakespeare). Não podemos nos assemelhar aos que não praticam o evangelho nas coisas básicas da vida. Ao invés de roubar, vamos ser generosos; ao invés de mentir, falemos a verdade; ao invés de nos vingar, vamos amar. Desta forma, a Bíblia diz que pela prática do bem, os insensatos ficam envergonhados. 2 Coríntios - 11.19   Porque, sendo vós sensatos, de boa mente tolerais os insensatos.

3)- A obediência mostra de quem somos
Mateus 7.21 - Nem todo o que diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.
O melhor juízo para avaliar uma vida espiritual, não é seu enlevo ou arrebatamento, mas sua obediência voluntária. No cristianismo autêntico, a fé e a obediência são sinônimas. O destaque da fé salvadora não incide em quanto você acredita, mas em como você age em relação ao que você crê. Como afirma J. Blanchard, a obediência não é a essência de um relacionamento correto com Deus, mas a evidência desse relacionamento.  Você crê o suficiente para obedecer? Deseja isto?

Conclusão
O reverendo Vance Havner costumava sustentar o seguinte ponto: carregar a cruz e obedecer aos mandamentos do Senhor são cláusulas que não estão anotados no rodapé do documento, com letras minúsculas que carecem de lupa, mas escritas em negrito, bem na capa do contrato. Cristianismo é obediência, mas obediência em amor, brandura e contentamento.


Pr. Fábio Alcântara


Estudo para Célula
Semana de 29 de Setembro

Seguir em frente


Texto Bíblico:
 Hebreus 10.32-39
Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa. (35-36)


Introdução
Muitos cristãos estão sendo perseguidos no Iraque e em alguns países próximos. Eles estão sendo mortos e expulsos de sua terra. É chocante a imagem de uma mãe desesperada ao ver sua filha morta por um tiro na sua frente, sendo consolada por um soldado. Talvez essa não seja uma situação de sofrimento que você esteja passando, mas em todas elas precisamos conservar a intimidade com Deus para permanecermos fortes.


Desenvolvimento
O autor de Hebreus insistiu que seus leitores se lembrassem da coragem que os primeiros cristãos demonstraram no início da caminhada com Jesus Cristo (10.32,33). Apesar dos insultos públicos e perseguições, eles ajudavam os cristãos presos e alegremente aceitaram o confisco de suas propriedades (vv.33,34). Assim como eles, nós também passamos por muitas dificuldades, mas são bem menores do que aquelas. Tendo isso em mente, ele afirma:

1)- Tenhamos perseverança
Hebreus 10.35-36 - Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa.
Os primeiros cristãos suportaram privações e até a morte por causa de Cristo. Ele era o seu maior tesouro, por isso o sofrimento presente era secundário para eles. Mas certamente alcançaram a promessa. Se você colocar sua confiança em Jesus, certamente terá força necessária para superar os obstáculos. Para isso persevere no caminho da fé e aguarde pelo galardão, que é a concretização daquilo que você espera. Quem persevera desfruta dos benefícios. Alguém disse: Transporte um punhado de terra todos os dias e terá uma montanha.


2)- Ele tem o momento certo
Hebreus 10.37 - Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará;
Chesterton dizia: Uma das grandes desvantagens de termos pressa é o tempo que nos faz perder. No mundo imediatista em que vivemos, o desespero é marca dos que não sabem esperar e crer que, enquanto se espera, a companhia de Jesus Cristo se faz presente. Ele está conosco e no momento certo sua mão agirá a favor dos que nele esperam.  Isaías 30.18   Por isso, o SENHOR espera, para ter misericórdia de vós, e se detém, para se compadecer de vós, porque o SENHOR é Deus de justiça; bem-aventurados todos os que nele esperam.  Se você está aprendendo a esperar no Senhor, terá uma vida liberta.


3)- Não volte atrás
Hebreus 10.38-39 - todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma. Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição; somos, entretanto, da fé, para a conservação da alma.
Muitas das falhas da vida acontecem quando as pessoas não percebem o quão perto estão quando desistem. Na vida de fé também é assim: muita gente desiste no deserto, a um metro da fonte de água. Jesus Cristo tem prazer nos que ficam firmes e olham para Ele quando as situações assim requerem. Seja contado/a entre os que são da fé. Esses começam a andar com firmeza porque sabem da constante companhia de Cristo nas suas vidas.


Conclusão
É o poder de Deus que nos capacita a continuar em nossa jornada de fé. Recordar a fidelidade do Senhor no passado estimula nossa confiança nele hoje. Confiar na fidelidade de Deus desperta a nossa confiança.


Pr. Fábio Alcântara


Pr. Fábio Alcântara

Um comentário:

  1. gostei muito de seu estudo muito b em elaborados me ajudou muito,Parabéns!!!!!!

    ResponderExcluir